DS Contadores Associados

Reflexões sobre o impacto da pandemia do Covid-19 na gestão escolar.

Todos fomos pegos de surpresa com a pandemia do Coronavírus e os impactos econômicos e sociais são inúmeros. Um dos primeiros setores a sentir os efeitos do Covid-19 foi o da Educação. De repente, da noite para o dia, as escolas tiveram que mudar suas rotinas de aulas, repensar formatos e modelos e, desde então, gestores, educadores, famílias e alunos têm passado diariamente por novos desafios e aprendizados. A educação como um todo vêm sendo repensada e a chamada transformação digital nas escolas está acelerada desde meados de março.

As definições sobre o retorno às aulas ainda é incerto e, no curto prazo, as aulas remotas (online) têm sido a alternativa para continuidade do ano letivo. Parte deste aprendizado e da digitalização das escolas devem ser permanentes no pós-pandemia. Além disso, quando olhamos para o viés da gestão escolar e do planejamento financeiro, os desafios também são inúmeros.

A receita de grande parte das escolas foi afetada consideravelmente. Encargos e compromissos financeiros precisam continuar sendo cumpridos e, com isso, os gestores escolares estão enfrentando um dos maiores desafios dos últimos tempos.”, afirma o professor Alderi Ferraresi, presidente do Sindicato das Escolas Particulares do Norte do Paraná (Sinepe/NPR).

A sobrevivência de muitas instituições de ensino, neste cenário de incertezas, depende ainda mais de um planejamento financeiro minucioso e consistente. A reorganização do fluxo de caixa e o apoio de profissionais especializados em gestão contábil é essencial para momento, inclusive para a orientação de percentuais corretos de desconto ou de uma previsibilidade de recuperação financeira no médio e longo prazo.

O momento tem sido doloroso, mas os aprendizados têm sido significativos e bons na mesma proporção. É um momento bastante desafiador, mas também de oportunidades. Devemos olhar para outros setores. Muitas empresas trabalham há anos com gestão de crises e planejamento em cenários incertos. Podemos buscar novas referências, repensar nossos modelos de negócio e trazer um novo olhar para a gestão escolar.

Alderi Ferraresi

De fato, aprendizados e métodos de gestão de outros setores, como os das empresas de tecnologia, que estão constantemente repensando formatos e até mesmo o negócio como um todo, podem ser trazidos para a gestão escolar. Mesmo assim, o primeiro passo deve ser a revisão de todo o planejamento financeiro, a reorganização do caixa e busca de alternativas para atingir um novo equilíbrio financeiro em 2021. As escolas já estão se reinventando, flexibilizando regras antigas e trazendo novos caminhos para a Educação e para a Gestão Escolar. Apesar do momento extremamente desafiador, as oportunidades para o setor parecem ser grandes também. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *